CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba.

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras.

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura


quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Aterro sanitário na cidade de Paulínia.



Achei esta reportagem muito interessante, apesar de o texto me apresentar meio poético. Como mãe que acompanha as lições dos filhos nas escolas, há muito tempo as apostilhas trazem nas disciplinas de Geografia, História, Ciências e até na Matemática a importância de um aterro sanitário para o tratamento do lixo.
Acho que é isso que se pretende implantar em Araçatuba.  A questão é o local da implantação da empresa.

6 comentários:

Célia Rangel disse...

Pois é, Rita... aqui esse assunto anda a passos de tartaruga... aliás, até vetado foi... a turma do "panelaço" é que está reabrindo a discussão... Prefeitura retrógada!
Bj. Célia.

Rita Lavoyer disse...

Oi, Célia! boa-tarde! Esse assunto está sendo discutido aqui em Araçatuba.
Desde quando os meus filhos vão à escola, eu estudo com eles a importância de um aterro sanitário para o tratamento do lixo e para aliviar o Planeta dos nossos lixos.
É que não estamos acostumados ainda com o nosso lixo, receber o lixo de outras cidades é mais difícil ainda.
Questões polêmicas, como esta, precisam mesmo passar pela aprovação da população.
O local escolhido pela empresa para instalar o aterro, aqui em Araçatuba, é um local onde há muitas famílias, agricultores, pecuaristas. Isso está pesando na opinião do povo.

Abilon Naves disse...

Bom dia!
Quanto ao assunto "lixão" em Araçatuba/SP, permitam-me algumas considerações:
1. O município de Araçatuba não dispõe de legislação ambiental que possa regulamentar ou oferecer diretrizes ao assunto.
Não existe no município as seguintes legislações "obrigatórias":

I - Uso e Ocupação de Solo;
II- Plano de Gestão Municipal de Resíduos Sólidos; e,
III - Código Ambiental.

1.1. É voz corrente entre os araçatubenses de que a inexistência das sobreditas legislações foi que trouxe o projeto do aterro sanitário até a cidade, o que não se afirma ou se nega.

2. Conforme o mesmo projeto do "Lixão" não haverá tratamento do lixo a ser enterrado ou qualquer tipo de reciclagem; ou seja, "chegou, enterrou".

3. O projeto do "Lixão" em Araçatuba prevê o recebimento de detritos gerados por mais de 30 municípios da região, podendo receber lixo até de outros estados ou países, se for o caso.

4. A área prevista no projeto é agrícola, sendo o único cinturão verde da cidade, como também é essencialmente de agricultura familiar.

5. No local previsto para a instalação do projeto do "lixão" existem 3 minas d'agua que serão espantosamente "aterradas".

6. O problema do "Lixão" em Araçatuba é que os araçatubenses não desejam receber lixo de outros locais. Desejam tão somente cuidar adequadamente de seu próprio lixo.

7. Portanto, para os araçatubenses, o problema do "lixão" não é o local a ser implantado. O problema é que a cidade está em "pé de guerra" com o prefeito para não admitir o lixão.

8. Esclareço que:
a)nunca houve veto a projeto de lei, para a instalação do lixão em Araçatuba; e,
b) Houve a propositura de projeto de lei, para impedir a instalação do "lixão" em Araçatuba; e, este projeto de lei, foi vetado pelo prefeito sob o fundamento de ser uma lei restritiva de direitos.

8. As entidades de classe,Associações, sociedades organizadas em geral e população estão mobilizados e realizando coleta de assinaturas em "Abaixo Assinados" para substanciar medidas legais junto ao legislativo araçatubense - Projeto de Lei de iniciativa popular -, bem como outros remédios jurídicos.


Rita de Cássia Zuim Lavoyer disse...

Bom-dia! Abilon!
Prazer tê-lo aqui e muito obrigada pelas considerações.
De extrema importância.

Anônimo disse...

Eu não entendi a Rita é favoravel ao LIXÃO aqui em Araçatuba????

Rita de Cássia Zuim Lavoyer disse...

Caro anônimo,se você se identificar posso lhe dar resposta.