CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba.

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras.

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura


domingo, 29 de maio de 2016

Sem a Receita Federal saber de nada ??

Por Rita Lavoyer


A meu ver, a Receita Federal vem cumprindo a sua missão com competência, fiscalizando as pessoas físicas e jurídicas, combatendo a sonegação, o  contrabando e o descaminho. São por meio desses procedimentos que são descobertos outros  crimes, dentre eles a  lavagem de dinheiro, evasão de divisas, corrupção passiva e ativa, improbidade administrativa, formação de quadrilha e outros delitos penais, que são informados ao Ministério Público por meio de representação.
Infelizmente,  poucas pessoas sabem que a Receita Federal tem um papel importante dentro da operação Lava Jato, subsidiando o Ministério Público e a Polícia Federal com informações fiscais e cruzamentos de dados dos envolvidos/citados.

Respondendo aos questionamentos desta postagem que me chamou a atenção, de fato, a Receita Federal é mesmo muito competente para controlar quem ganha salário fixo, ou seja: os assalariados, os profissionais liberais, os prestadores de serviços que declaram seus rendimentos de forma legal, isto é: quem ganha acima dos limites fixados pela lei, sim, devem declarar, ou seja, a Receita Federal fiscaliza, cumprindo o que determina  a lei.
Quanto ao catador de bosta citado na postagem, que na época era assalariado com 600,00 reais mensais, estava isento de declarar seus rendimentos, por isso não era alvo de fiscalização. Se posteriormente ele ficou milionário de forma ilícita, usando                 “ PESSOAS FÍSICAS LARANJAS E EMPRESAS DE FACHADAS”, com a participação de pessoas de seu meio,ou seja:  conluio , tais pessoas praticaram crimes que são investigados pela Polícia Federal e Ministério Público que o denunciará à justiça pelos crimes praticados.
Portanto, cada cidadão tem um papel importantíssimo no combate à corrupção e aos crimes questionados na postagem. Poderão denunciar a qualquer momento ao órgão competente, que  preservará o sigilo do denunciante, senão os órgãos públicos investigadores continuarão não sabendo de nada, ou enfrentando barreiras para chegarem ao objetivo principal: pegar os corruptos. Por isso o papel do delator na operação Lava Jato é importante, pois fornece atalhos que permitem uma investigação mais rápida e eficaz, confrontando os depoimentos e somando os indícios convergentes até chegarem às provas.
Caso tenha conhecimento dos crimes citados na postagem, junte provas e denuncie, porque  a Receita Federal cobrará os impostos que lhe compete, já os crimes citados na postagem de “propina” cabe à Polícia Federal e ao Ministério Público.
Lembrando também que cabe ao Banco Central controlar as saídas de dólares do país, mas se mandarem o dinheiro  através de doleiros, dentro de malas em jatinhos particulares, de cuecas, do fiofó,  ou sei lá mais quantos buracos um sujeito ladrão tem  onde caibam  seus dólares, não há como a Receita Federal saber  como o catador de bosta de elefante ficou milionário. A não ser que ele, o filhinho do papai, alegue  que seja milagreiro e sabe transformar bosta de elefante em dólares. Se ele provar a veracidade dessa fantástica história, quem vai acreditar que o papaizinho dele, o ladrão mor do Brasil, gosta mesmo do pobre brasileiro, se foi ele, o papai do catador de bosta, que enfiou o povo brasileiro, literalmente, na merda.
É mais ou menos isso o que eu sei. Mas  querendo conhecer melhor sobre a Receita Federal entre neste site:
Mas se você prefere compartilhar sem conhecer as fontes, eu coloco o conteúdo do site aqui para você entender:
“A Secretaria da Receita Federal do Brasil é um órgão específico, singular, subordinado ao Ministério da Fazenda, exercendo funções essenciais para que o Estado possa cumprir seus objetivos. É responsável pela administração dos tributos de competência da União, inclusive os previdenciários, e aqueles incidentes sobre o comércio exterior, abrangendo parte significativa das contribuições sociais do País.
Também subsidia o Poder Executivo Federal na formulação da política tributária brasileira, previne e combate a sonegação fiscal, o contrabando, o descaminho, a pirataria, a fraude comercial, o tráfico de drogas e de animais em extinção e outros atos ilícitos relacionados ao comércio internacional.” 
A MISSÃO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL:
Missão
Exercer a administração tributária e aduaneira com justiça fiscal e respeito ao cidadão, em benefício da sociedade.




Nenhum comentário: