CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba.

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras.

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classifica no TOP 35 na 4ª semana de abril de microconto Escambau.

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.


sexta-feira, 14 de julho de 2017

MICROCONTOS


Palavra do dia 03/07/2017 - pote

Ela tinha apetite por coisas estranhas: barro, unha, cabelo. Diagnosticaram-na com Síndrome de Pica. Achava o marido insosso. Às noites, retirava água dos potes e o massageava, até que o desmembrou e o escondeu nos potes vazios. Quando o conteúdo apresentou gosto estranho, devorou-o inteiro.  
  

Palavra do dia 04/07/2017– lago

Nomearam-no “Lago dos Historiadores”. Há décadas, à sua margem, instalaram redes de rádios e TVs e jornalistas apostam sobre ele. Alunos vão conhecê-lo.
Lendas tentam dar conta de seus fatos.
Pesquisas e matérias são elaboradas a seu respeito e nenhuma, até hoje,  responde ao porquê do seu nome.



Rapaz chamou a mina para, no lago, ver desfile de submarinos. Fã de doidices, ela topou!
Sobre o primeiro que passou ela investiu. O condutor convidou-a a ver um tamanduá. Foi! 
Sozinho, o rapaz acreditou que o nhec nhec nhec  que ouvia do outro lado do lago fosse 
o som do bicho comendo formigas.


Palavra do dia 05/07/2017:  – Ponteiro

Quando criança, fazia dos ponteiros assento. Os apressados puniam-na.
 Ganhou peso e quebrou o ponteiro da hora. Perdia os horários.
Vendo na face os sinais do tempo acelerado, abandonou o ponteiro do minuto.
 Livre desse fardo, sentiu-se leve. Voou. Hoje, ponteiro algum lhe alcança os passos.    


Palavra do dia 06/07/2017:  medalha

O perdedor

Expedito é quem mais acumula simbólicas medalhas sobre suas lutas perdidas.  É campeão em perder todas. Jamais ganhou uma batalha.
A cada derrota, sua vontade de recomeçar renasce vitoriosa. Gravou na medalha da alma: “desistir jamais”, ainda que o rotulem eternamente: o perdedor.   


Palavra do dia 07/07/2017 : mostruário

Para ostentar sua monstruosidade, de que se orgulhava, Araquém saiu a rua trajando seu nudismo. Fez-se mostruário do que a natureza soube fazer melhor.  
Os transeuntes, boquiabertos, arregalaram os olhos e não assimilaram aquele pênis tão miudinho. Quem assistia à cena lastimava: Coitadinho!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Palavra do dia 08/07/2017: alumínio

Soube que alumínio derretido mata formigas. Tentou derreter as panelas onde faz as refeições do patrão. Impossível! Sabendo que ele lambe os papeis alumínio que cobrem os bolos, passou a esfregar estricnina neles e a fazer mais doces. Agorinha, ela o encontrou com a boca cheinha de formigas.   


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Palavra do dia 09/07/2017 - brigadeiro

Joana tem um apetite do escambau: o do pão, o do leite, o da pipoca, o da verdura experimenta-os escondidos. Falta o predileto: o brigadeiro com seus beijinhos, que ainda não o fez porque ele traz , a tiracolo, os olhos-da-sogra que usam lentes de aumento.


--------------------------------------------------------------   Por Rita Lavoyer ------------------------------




Nenhum comentário: