CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2015 - Recebeu voto de aplausos pela Câmara Municipal de Araçatuba;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba;

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras;

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de abril de microconto Escambau;

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.

2017 - 24ª classificada no TOP 35, na 2ª semana de outubro de microconto Escambau;

2017 - 15ª classificada no TOP 35, na 3ª semana de outubro de microconto Escambau;

2017 - 1ª classificada no concurso de Poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2017 - 11ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de outubro de microconto Escambau;

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

MICROCONTOS


Palavra do dia: estante

Comprou a estante dos seus sonhos no universo virtual.
Ela chegou voando, entrou pela janela do quarto, arremeteu da cama o seu leitor 
e nunca mais o encontraram.
Mas...
Cada dia um ser diferente aparece para dormir naquela cama. 


Palavra do dia : estante

Sob o viaduto a criança diz:
- Mãe, ouvi um homem, do outro lado, dizer que vai no lixão pegar uma estante. Que é estante?
- Um armário de sala, filho.
- Que é sala?
- Um cômodo da casa.
- Mãe, vamos lá no lixão pegar uma estante também? Sempre quis morar numa casa. A sala a gente inventa, mãe! Vamos?



Palavra do dia: sofá

Eu olhei aquele sofá, ele disse: sente-se, vamos conversar. Eu sentei, deitei, dormi e...
O vendedor, irado, chamou o gerente da loja, que veio com pano e sabão pra eu limpar a minha porquice. Que vergonha! Não sabia q'eu babava enquanto dormia.


Palavra do dia: óculos

Tonho afirmava preferir tacar a cara no poste a usar óculos.
Sem cara, sem óculos, Tonho e a família buscam recursos para indenizar as vítimas
que ele atropelou, depois de atingir o poste no canteiro central da praça Rui Barbosa, em Araçatuba.



Palavra do dia: Macarrão

Depois da missa domingueira, do macarrão com frango criado no quintal da avó, era hora de correr pros braços do avô e ganhar o dinheiro da matinê do cinema: Mazzaropi, Tarzan.macarrão com frango aos domingos tem gosto de infância, de família. Tem gosto de mim.



Palavra do dia: estátua

Léo brinca e come pipoca com o filho na praça que tem o nome do seu pai. Os piruás jogam às pombas. Elas comem e vão defecar na estátua do homenageado. Olhando-as pergunta:
- Pai, quem é esse homem com a cara suja de cocô?   
- Alguém que deixou de brincar com o filho para conseguir ser uma estátua.



Palavra do dia: carnê

Pé de Fogo vendia carne para pagar os carnês das Casas Bahia. Uma vez por mês um funcionário daquela loja era denunciado por abandono de empregou, porém nunca voltaram para reclamar seus direitos trabalhistas. A família reclama seus desaparecidos. 



Palavra do dia: impressora

Tinham má impressão dele por não conseguir se expressar. Aí, ele colocou a cabeça na impressora e deu 'ok' no copiar. As folhas que saíram molhadas, pôs no sol pra secar; as secas sairam brancas como entraram e ele as lavou para limpar aquela sua má impressão.


Palavra do dia: Kombi

Tinha pneus carecas, motor pifando, bancos rasgados, janelas e faróis quebrados,  IPVA atrasado . Tinha o tio e tinha nós. 
Hoje, se vejo  uma Kombi  velha, lembro-me de uma cheia de molecada que o tio carregava  pros passeios sem rumo para sermos crianças de verdade. Que saudade do tio e de nós!


Palavra do dia: - calendário

Do início do ano, até maio, Gina e Nava circularam juntos algumas datas no calendário do caderno dela. Em julho, sem círculo algum, Gina mostrou-o ao Nava.
Nava resolveu aquele problemão da Gina.
Nava vive bem todos os dias do ano.  
Gina, só, todos os dias, circula o primeiro dia do mês de agosto.



Palavra do dia: Bacia

Cresceu vendo o pai enriquecer comprando terras na “bacia das almas”, sem entender o significava daquilo.
Adulto, quis seguir-lhe os passos. Sem sucesso, foi aconselhar-se com o pai.
- Abra uma cova primeiro. Ao lado dela, pegue a assinatura do dono da terra, em seguida, empurre-o para o tiro.  



Palavra do dia - controle remoto

Coronel Barbalhão trazia a família e serviçais sob suas rédeas.
Ontem, o Pinguim esbarrou nos tubos que mantinham aquele velho tetraplégico vivo, desligando-os.
Ninguém questionou quem perdeu a direção do controle remoto do brinquedo.
Sorriram! Não precisarão mais comprar pilhas para o equipamento.


#microcontodesafioflorentino

2 comentários:

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Muito boas as micro lavras Lavoyer. Vem mais prêmio daqui a pouco. Abraços, Rita.

Rita Lavoyer disse...

Obrigada pela passagem por aqui, Marcelo! Grande aBRAÇO