CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2015 - Recebeu voto de aplausos pela Câmara Municipal de Araçatuba;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba;

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras;

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de abril de microconto Escambau;

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.

2017 - 24ª classificada no TOP 35, na 2ª semana de outubro de microconto Escambau;

2017 - 15ª classificada no TOP 35, na 3ª semana de outubro de microconto Escambau;

2017 - 1ª classificada no concurso de Poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2017 - 11ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de outubro de microconto Escambau;

quarta-feira, 30 de março de 2011

RECEITA PARA APRENDER A SER LOUCO


Se quiser ser um bom louco,

Tente logo ser normal.

Pegue tudo de esquisito,

Jogue num caldeirão bem grande.

Misture bem até virar mingau.


Acrescente o mingau em tudo que fizer.

O homem virará mulher,

A criança, num instante,

Toma forma de gigante.

Quem for velho sai dançando,

Quem odeia sai amando.


Espalhe sobre o louco

Uma pitada de mel e sal.

Quem experimenta um dia ser louco

Não vai querer mais ser um normal


Se a esquisitice acabar

Arrume-a no seu dia e hora.

Ser um louco bem normal

Manda tudo de ruim embora.


Autor : Hugo Lavoyer - 12 anos


Um comentário:

Daniela Marchi disse...

EU E MEU JOÃOZINHO, DE OITO ANOS, ADORAMOS. ACHO QUE O FILHOTE PUXOU PARA A 'MAMA'. BEIJOS.