CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba.

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras.

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classifica no TOP 35 na 4ª semana de abril de microconto Escambau.

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.


quinta-feira, 7 de abril de 2011

MAIS UM GENOCÍDIO DENTRO DE ESCOLA


“Homem abre fogo dentro de escola do Rio e mata ao menos 11 crianças Suspeito invadiu colégio Tasso da Silveira, no Realengo, e também foi atingido e morreu; ainda não há informações sobre o motivo do crime” 07 de abril de 2011 9h 11 O que chama a atenção nesse caso? O homem não chegou àquela escola por acaso. Ele planejou o acontecimento. No trajeto de onde ele saiu até chegar ao local do crime ele poderia ter desistido do seu feito ou então atirar em qualquer outro grupo de pessoas que passavam na rua. Mas não, escolheu a escola! Certamente sondou o espaço para certificar-se de que poderia entrar ali armado sem ser abordado.

As matérias ainda não divulgaram a ficha completa do autor do crime, apenas que era, segundo sua irmã, filho adotivo, morava sozinho, era isolado, sem amigos, que passava muito tempo na Internet e que ele havia sido aluno do colégio , onde adentrou armado, disparando nas cabeças das crianças, matando e morrendo em seguida. O desfecho é sempre igual nesse tipo de tragédia. O que acontece para que uma pessoa, antes de tirar a sua vida, tire primeiro a de um grupo de inocentes, menores que ele, que não apresentam condições nenhuma de defesa? Os fatos levantados, as peças juntadas levarão as investigações a uma conclusão, a esta altura, irremediável.

Não conseguimos, embora tentamos, consertar o mundo, nem tirar as dores da alma de um ser humano por não sabermos dele as razões, mas não podemos desistir de melhorar o pequeno espaço onde vivemos.

Eu quero acreditar que os nossos filhos estejam seguros nas escolas que nós escolhemos para eles passarem a maior parte do dia.

Quero continuar acreditando que as escolas de Araçatuba estejam se adequando cada vez mais quanto a segurança no fluxo de pessoas em seus prédios, evitando, inclusive, crimes dessa natureza. Dizem que eu vejo bullying em tudo. Eu sei, mais ou menos, distinguir uma violência de outra e sei que bullying deixa sequelas. Por não conseguir mais informações sobre o atirador até o momento em que escrevo este artigo, não posso relacionar a tragédia a um agressor que tenha sido vítima do fenômeno, que não escolhe raça, sexo, crença, posição social, cultural ou financeira. Se não há uma forma de evitar esse tipo de genocídio dentro de um país, de um estado, vamos nos unir para que esse tipo de tragédia não venha a ocorrer em nossa cidade. Senhores dirigentes escolares, protejam os nossos filhos enquanto eles estão sob a guarda de vocês. Se uma pessoa que apresenta desvio de conduta, que seja um psicopata ou maníaco entra em uma escola armado e faz um estrago desse tamanho, recorrer a Freud para justificar, não convencerá os pais que perdem filhos numa tragédia dessa natureza. Antes mesmo de um diploma, nossos filhos precisam sair da escola com vida. Rita Lavoyer

--------------------------------------------------------------------


Fatos trágicos que aconteceram dentro de escolas no mundo.

AMÉRICA DO NORTE

1997- cidade West Paducah, Kintucky: um adolescente de 14 anos entrou armado na escola matou três alunos e deixou mais cinco feridos; 1998- Jonesboro, Arkansas: dois estudantes de 11 e 13 anos, atiraram contra sua escola, matando quatro alunas e uma professora. 1998- Springfield, Oregon: um adolescente de 17 anos matou a tiro dois alunos e feriu mais vinte; 1999, Littleton, Columbine. Com explosivos e armas de fogo, dois adolescentes de 17 e 18 anos assassinaram 12 alunos, um professor e deixaram dezenas de feridos. Em seguida suicidaram-se.

Alemanha

1999 – um estudante de 15 anos matou uma professora com uma faca. 2000 : um aluno de 16 anos matou a tiros o diretor de escola e depois tentou suicídio; 2001 ; um rapaz de 22 anos matou a tiros o funcionário da empresa; depois se dirigiu à sua ex- escola, matou o diretor e suicidou-se com explosivos; 2002 : um jovem de 19 anos matou 16 pessoas: duas meninas. 13 professores, uma secretária e um policial ; em seguida suicidou-se.

ARGENTINA

2004: adolescente de 15 anos matou a tiro 4 colegas, ferindo mais cinco. Foi preso em seguida.

BRASIL

2003: Taiúva –SP: um adolescente de 18 anos feriu 8 pessoas - Suicidou-se. 2004: Remanso-Bahia: jovem de 17 anos matou a tiros um colega de 13 anos e feriu 3 pessoas. Foi desarmado.


FRANÇA

12/2010 - Jovem faz crianças reféns na França por cerca de 4 horas

HOJE NO BRASIL 07/04/2011 –


Homem entra em escola no Rio de Janeiro e mata 11 crianças ao menos.


3 comentários:

Jorge Sader Filho disse...

A atual Criminologia já tem noção bem clara deste fato do assassinato em série.
O tipo julga-se marginalizado pela sociedade, quer vingança e ser conhecido.
Todas as três hipóteses aconteceram nesta fato doloroso. Trata-se de um processo da psique humana. Irreversível.

Beijo,
Jorge

Cidadão Araçatuba disse...

Olá, escolhi você para receber o selo Stylish Blogger Award, peço que passe pelo meu blog, apanhe o seu selo e dê uma lida nas orientações, continue assim fazendo a diferença pelo estilo, pela forma de pensar e pela forma de se distinguir na blogosfera. Um grande abraço!

Poeira Viajante disse...

Oi, Rita! Muito bacana os textos sobre o que houve em Realengo e em demais lugares! Fato triste, é certo. Gostei bastante de ler. Espero sua visita no meu blog para ver as últimas fotos, se você gostar de fotos, claro. Dê um pulo lá, te aguardo http://poeiraviajante.blogspot.com/
Abraços, Marina Toledo, e parabéns pelo Blog que está sempre interessante!