CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba.

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras.

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de abril de microconto Escambau.

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.

2017 - 24ª classificada no TOP 35, na 2ª semana de outubro de microconto Escambau.

2017 - 15ª classificada no TOP 35, na 3ª semana de outubro de microconto Escambau.

2017 - 1ª classificada no concurso de Poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras.

2017 - 11ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de outubro de microconto Escambau.

terça-feira, 28 de junho de 2011

SHIN GRI LIM




Shin Gri Lim é uma menina dócil.

Meiguice à flor da pele.
Shin Gri Lim tem um hobby: cuidar de grilos.


Entre todos os grilos que ela tem, o seu preferido é o Grilim.


Então é primavera.


É campo, é relva, é flor, é fervo.


Saiu a bela Shin Gri Lim para passear com o seu Grilim.


Estava quente. Grilim quis refrescar-se.


Shin Gri Lim deixou-o livre.


Sentou-se no chão, debaixo de uma árvore.
O vento batia em Grilim. Grilim gostava, a Shin também.


Rastejava sobre a relva a cobra faminta.


Grilim friccionou suas asas.
O campo minou, havia fumaça, a flor explodiu.


Grilim pulava. Grilim pulou.


Putzgrilo! Cri cri... cri cri...

Shin assina, agora, apenas Shin.

Rita Lavoyer é membro da Cia dos blogueiros

12 comentários:

HAMILTON BRITO... disse...

Que o Grilim descanse em paz. Teve vida mais digna que estes vereadores que fugiram do plenário sem ter a dignidade de votarem , nem que fosse contra a ficha limpa.Grilim fez shim feliz e alimentou a cobra.
O num é, cara Rita?

Jorge Sader Filho disse...

Esta cobra anda meio desatenta, Rita. Um grilinho só dar o ar da graça com seu som característico.
Ela se esqueceu de dar umas voltinhas no congresso, nos presídios, nos... Parei a tempo!

Beijo,
Jorge

Anônimo disse...

Adorei seu poema dona Rita.
(T.T)
---

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Bacana, Rita. Parece uma fábula, a impressão que me deu é que tem alguma lição escondida nesse texto - não percebida à primeira vista. Um beijo pra você!

Cidadão Araçatuba disse...

Vendo pelo lado poético, o grilo poderia ser comparado a nossa existência. pois não temos a mínima idéia de quando termina, e nem como.
Pela razão; Ô menininha descuidada! Rs... Não viu a cobra? Olha a cobra aí gente!
Pelo lado político (sei que você é atuante!) os vereadores que nada fazem para manter-se onde estão, são portanto, engolidos pelas COBRAS! Mas 2012 está aí!
Já O Paulo, adorou seu poema, parabéns e grande abraço!

Anônimo disse...

Há uma história homossexual aqui. acho.

Rita Lavoyer disse...

Obrigada aos meus visitantes e comentaristas.

José Hamilton, nem tinha pensado na ficha limpa, mas já que viu assim, fico contente.

Jorge, nesses lugares vão comer a minha cobrinha kkkkk

Anônimo (T.T.) Obrigada pela participação. Abração.

Cidadão, vc. tem razão em relação ao nosso grilo. O que não podemos é ficar com o grilo na cuca.

Nossa, 'anônimo" , chegou pertíssimo.

Obrigada a todos vocês e continuem me visitando . Fico honrada com a presença de vocês por aqui.

Rita

Rita Lavoyer disse...

Igualmente agradeço ao Marcelo Sguassabia, moço inteligente, pela participação.

Malu disse...

Rita, acho muito bem elaborada esta tua maneira subliminar de dizer as coisas...
Dá um açúcar aquilo que às vezes é puro fel.
Beijinhos minha amiga!!!!

Marisa Mattos disse...

Caramba...me pareceu suicídio isso sim...Grilim se entregou muito fácil...esperou acontecer...

Rita Lavoyer disse...

Olá, Malu! Grande abraço e muito obrigada pela participação.

Marisa, bom vê-la novamente por aqui. Feliz por isso.
Beijos tb.

poetanicinhagalegaromantica disse...

Rita adorei seu poema há algo de erotico. parabéns! marianice