CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba.

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras.

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de abril de microconto Escambau.

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.

2017 - 24ª classificada no TOP 35, na 2ª semana de outubro de microconto Escambau.

2017 - 15ª classificada no TOP 35, na 3ª semana de outubro de microconto Escambau.

2017 - 1ª classificada no concurso de Poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras.

2017 - 11ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de outubro de microconto Escambau.

sábado, 11 de fevereiro de 2012

I Will Always Love You Whitney Houston




3 comentários:

Célia disse...

Muito triste ver-se um talento desses deixar-se ser abraçada pelas drogas! Mais uma... ou, menos uma... sei lá...
Abraço, Célia.

Rita Lavoyer disse...

Oi, Célia! Bom-dia.
A pedido do meu filho, que assistia a TV no momento da nótícia,publiquei um vídeo da cantora aqui. " Mas sem escrever nada heim mãe"

_ Tá- eu lhe respondi- , mas vai acreditar que não foi por causa das drogas?

Depois que ele me disse? "Coitada, mãe!" entendi que ela foi uma coitada mesmo, tanto quanto os demais que a droga leva.

HAMILTON BRITO... disse...

Que Deus me perdoe mas eu não tenho dó de gente assim.Se fossem uns coitados, excluidos, vivessem na miséria, passando fome, vendo filhos sofrendo...mas esta gente quero que se danem.