CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2015 - Recebeu voto de aplausos pela Câmara Municipal de Araçatuba;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba;

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras;

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de abril de microconto Escambau;

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.

2017 - 24ª classificada no TOP 35, na 2ª semana de outubro de microconto Escambau;

2017 - 15ª classificada no TOP 35, na 3ª semana de outubro de microconto Escambau;

2017 - 1ª classificada no concurso de Poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2017 - 11ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de outubro de microconto Escambau;

domingo, 13 de maio de 2012

SOU MÃE, E DAÍ?

Não vou colocar imagem aqui, porque ela não seria a minha.

Hoje comemora-se o dia das mães. E daí?

Não sou mãe somente neste dia, nem filha também. De quebra também sou nora, e pra piorar
também serei sogra, duas vezes, bem feito! Ah, sou mais um monte de coisa para alguém e muitos são um montão de coisas para mim. Tá, e daí?

Também, só de pirraça escrevi quatro vezes a palavra também. Agora contam cinco.

Espere aí, tenho que socorrer uma filha que chama, depois volto para continuar escrevendo sobre mãe, digo: eu - acho que fica melhor 'mim' .
Mim ser mãe!  Hu, Hu!

minutos mais tarde...

Voltei! Fui retransferir o quarto que 'transferiram' para a  sala, para o quarto mesmo. Para levá-lo inteiro  nem perguntaram se podia, muito justo - eu não estava em casa, cheguei faz  pouco tempo da faculdade  -  para retorná-lo ao seu devido lugar pediu pra mim.  Tá e daí? Isso é da conta de alguém? Saber que sou solicitada para colocar quarto de filha em ordem ?

Linda, ela linda! Só para demorar mais um pouquinho rolamos no colchão que ela jogou no chão. Xarope, inalação, tapotagem e massagem em seguida. Aff! Resista que eu aguento, filha!

_ Mãe, faz um lanche, pô!

Esse daí quando não é "pô" é "tipo assim" e um cabelão no meio das costas. Pô, o caro é pô, meu!

Pô, filho, quer um lanche de que jeito? "tipo assim"  pão recheado com taio?  Aí ele se inerva. Só rindo mesmo, e já pro lanche! Ainda bem  que hoje não teve pizza.  Não aguento mais ver aquilo sobre a mesa, fico até com remorso, mas eu vou fazer o que se o entregador tem sido mais rápido do que eu no quesito encher barriga de famintos? 

Vamos que os ponteiros não esperam. Eles são maravihosos,não os ponteiros, os filhos, apesar de serem dois os ponteiros, os filhos, os dois, quando se juntam até o cuco foge do relógio, de medo.  Dão trabalho porque são saudáveis. Só não são melhores porque são meus filhos. Tento ajudá-los a se desenvolverem para serem úteis aos seus semelhantes, à natureza.
Crescer é natural, não precisam e mim pra isso. Não sofrem anomalias.

Se um dia um filho meu estender as mãos para um de seus semelhantes,com a única intenção de ajudá-lo, sem querer nada em troca,  aí terei a certeza que fiz algo acertado.

Como mãe, espero que os meus filhos sejam respeitosos com o mundo. Assim eu os educo. Rezo e os ensino a rezar. Sei  que sem Deus eles não conseguirão  sobreviver. Eles sabem que com Deus, ainda que com dificuldades, eles viverão!  E que façam muito na vida, errando bastante, sem prejudicar pessoas, enquanto têm os pais para auxiliá-los num recomeço. Meu marido também é mãe, como eu também sou pai. Parabéns todos os dias a nós.

À minha mãe, obrigada por ter criado os seus filhos sozinha. E daí? Alguém quis saber se ela precisava de alguma coisa  para conseguir ser mãe? Ela precisa todos os dias, por isso estou com a minha mãe todos os dias. E daí?

Rita Lavoyer





Um comentário:

HAMILTON BRITO... disse...

E daí amiga, aproveita e muitoooo....a minha já está do lado de lá e só eu sinto a falta que ela me faz.