CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba.

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras.

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de abril de microconto Escambau.

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.

2017 - 24ª classificada no TOP 35, na 2ª semana de outubro de microconto Escambau.

2017 - 15ª classificada no TOP 35, na 3ª semana de outubro de microconto Escambau.

2017 - 1ª classificada no concurso de Poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras.

2017 - 11ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de outubro de microconto Escambau.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

BULLYING NO CÓDIGO PENAL

BULLYING NÃO É TABU !


O anteprojeto que inclui o BULLYING no novo Código Penal merece diversos olhares. Porque considerá-lo crime é muito fácil para quem só vê um lado da situação!

A importância de classificação de Bullying como crime é relevante, agora de que forma e por quem ele será classificado é que põe em jogo as questões que envolvem agressores e vítimas, uma vez que agressores são, muitas vezes, vítimas  também. A moeda nessa questão tem diversas faces que cegam.

Rita Lavoyer.

3 comentários:

Patrícia Bracale disse...

Rita, gostaria de algum texto q/ eu pudesse fazer pras crianças de forma lúdica sobre o bullyng.
A muita procura na area da educação.
Vc tem algo q/ posso ensaiar?
Me ligue.
Bjs
Pat

Jorge Sader Filho disse...

Rita, este assunto é um tanto novo, acho eu. Quando estava na escola, lembro que chateávamos os gordinhos, as meninas chatinhas e por aí vai. Mas eles não se incomodavam, brincavam também. Não havia perseguição.
O assunto hoje é outro, azucrinam a alma do próximo. Mas daí a ser considerado crime, acho exagero. Contraveção já é, há muitos anos. Incomodar acintosamente alguém é fato penalmente ilícito, passível de pena.
Se criminalizarmos tudo, tem que construir novas delegacias, fóruns e penitenciárias...

Abraço,
Jorge

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Oi, Rita. A inclusão no código penal já é uma grande vitória para esta sua luta, que é de todos nós. Agora é torcer pela sua justa e correta aplicação. Um beijo pra você, amiga.