CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba.

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras.

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classifica no TOP 35 na 4ª semana de abril de microconto Escambau.

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.


terça-feira, 16 de outubro de 2012

APRENDENTES ETERNOS




Foto: O professor mediano conta.
O bom professor explica.
O professor superior demonstra.
O grande professor inspira.

(Willian Arthur Ward)

O professor mediano conta.


O bom professor explica.

O professor superior demonstra.

O grande professor inspira.



(Willian Arthur Ward)

4 comentários:

Jorge Sader Filho disse...

Todas as afirmações verdadeiras. Mas estamos precisando, no momento, de todos professores pelo menos razoáveis.
O ensino está aos pedaços.

Abraço,
Jorge

HAMILTON BRITO... disse...

E eles são razoáveis. Seriam bons ou muito bons se a gente nao ficasse apenas nos faces, emails, botecos da vida só falando e obrigassemos o governo a tomar vergonha na cara e investir na educação. Acaba ainda caindo nas cotas do professor.

Célia Rangel disse...

Somente uma vocação despretensiosa de um lado, e de outro, o compromisso honesto na partilha do ensinar desde como aplicar investimentos educacionais, sem rombos escusos, é que poderíamos nos orgulhar da missão pedagógica linda, teorizada pela UNESCO, mas prostituída em sua prática!
Bj. Célia.

Ventura Picasso disse...

Oi Rita
Somos eleitores, somos governo, o que deixamos de fazer?
Ensinar é, acima de tudo, um gesto de amor - nada mais...