CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras, com a poesia O FILME;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2015 - Recebeu voto de aplausos pela Câmara Municipal de Araçatuba;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba;

2016 - classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia, com o poema AS TUAS MÃOS.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras, com a crônica PLANETA MULHER;

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de abril de microconto Escambau;

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.

2017 - 24ª classificada no TOP 35, na 2ª semana de outubro de microconto Escambau;

2017 - 15ª classificada no TOP 35, na 3ª semana de outubro de microconto Escambau;

2017 - 1ª classificada no concurso de Poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras, com a poesia PERMITA-SE;

2017 - 11ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de outubro de microconto Escambau;

2018 - 24ª classificada no TOP 35, na 3ª semana de janeiro de microconto Escambau;

2018 - Menção honrosa na 4ª edição da Revista Inversos, maio/ com o tema Crianças da África - Poesia classificada BORBOLETAS AFRICANAS ;

2018 - 31ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de janeiro de microconto Escambau;

2018 - 32ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de janeiro de microconto Escambau;

2018 - 5ª classificada no TOP 7, na 1ª semana de junho de microconto Escambau;

domingo, 1 de março de 2015

TOQUES


TOQUES – Rita Lavoyer 

Não toques minhas mãos

se perceberes que

durante a sutileza do toque

nossas mãos não se desgrudarem.

Toca-me de ti

antes que em ti eu toque

e minhas mãos em ti queiram ficar.

Se tocado ficares, permitindo meu toque em ti,

deixa minhas mãos acariciar os teus cabelos,

enquanto as tuas tocam em meu violão

uma música que nos embale

até que, num toque de recolher,

as tuas mãos peguem as  minhas mãos,

puxando-me inteira  para todas

as partes  tuas .  Estas que não preciso

tocar  para  me arrepiar

da cabeça aos pés.


2 comentários:

Célia Rangel disse...

Essa faceta "Rita-romântica" me agrada e muito! Um poema tão belo que narra o doar-se sem nada pedir em troca!
Lembrei-me de um livro sensacional "TOCAR de Ashley Montagu"- provocativo quanto ao "toque" em nossas vidas: aventuras, experiências e emoções!
Abraço.

Rita Lavoyer disse...

Também gosto da temática e da pratica, CÉLIA. o CONTATO TRAZ-NOS À REALIDADE.