CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba.

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras.

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classifica no TOP 35 na 4ª semana de abril de microconto Escambau.

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.


segunda-feira, 2 de março de 2015

MULHER , FLOR AZUL

Mulher, Flor Azul  

Todas as flores têm as cores 
que Deus lhes deu.
Que Deus lhes deu     
 A minha mulher é de um azul tão lindo
 É a flor mais linda que  a aquarela  escreveu.

 Oh! Mulher linda, flor  maravilhosa
 Todo o seu colorido é azul cor de infinito.
 Todo o seu colorido é azul cor de infinito.

 Ela embeleza todo céu e todo o mar
 Se veste toda de azul pra me amar,
 pra me amar.
 Pra me amar
 É o meu carnaval, fantasia e purpurina
 É a flor brilhante de azul com serpentina.

Que alegria é a minha mulher
 Uma flor do campo com azul cor de encanto.
 Canto ela aqui, canto acolá.
 Canto o seu azul que só sabe encantar. 

 Minha mulher, minha fortaleza
 É uma joia rara, é uma flor azul-turquesa.
 Por ela sou muito orgulhoso.
 Minha flor-mulher é de um azul maravilhoso.


 Ela tem um tom que aquece o meu frio
 Minha flor-mulher tem a cor azul-anil.

 O perfume que ela tem me leva ao céu.
 Me leva ao céu! Me leva ao céu!
 O gosto da minha flor é azul da cor do mel.
 Minha flor-mulher tem o azul do esplendor.
 Deus fez todas as flores com o azul da sua cor.

 Oh! Mulher linda, flor maravilhosa
Todo o seu colorido é azul cor de infinito
Todo o seu colorido é azul cor de infinito


 Eu não sei viver sem o azul da sua boca
 A minha mulher entre todas é a mais louca.
 Essa flor-mulher torna o azul todo brilhante
 No leito de suas pétalas me faz todo amante.
  Por essa cor dela eu me vejo enlouquecido.
 Hoje, só sou homem porque visto o seu vestido.
 Nele eu me envolvo porque o azul só me compraz.
A minha mulher é uma flor  com a cor da paz.
 Esse homem que há em mim
 É o cheiro do seu amor  
 Porque sou  tão Mulher  quanto o nosso Criador.


                           autoria- Rita Lavoyer

4 comentários:

Célia Rangel disse...

Tocante, Rita! Levou-me à minha "paleta de cores" já vividas... Muitos tons! De cinzas aos azuis, o meu arco-íris é pleno!
Abraço.

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Dia das mulheres antecipado, parabéns antecipado. Muito bom, Rita.

Rita Lavoyer disse...

Estamos coloridamente azuladas, Célia! Que seja pleno de tons e exuberâncias o seu arco-íris! Abraço!

Rita Lavoyer disse...

Obrigada, Marcelo!" Desejo à sua esposa, mãe , filhas e sogra muitas felicidades.