CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba.

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras.

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura


domingo, 16 de agosto de 2015

Meus benfeitores amigos


O meu homenageado BENFEITOR do meu dia 17/07/2015 é este cara: o SIRLEI NOGUEIRA.
Há atos e fatos que ao ser humano fica impossível imaginar, então, na falta desta imaginação invente! Invente aí, que está lendo este texto, eu enviar um e-mail para uma pessoa, e o meu e-mail cair na caixa postal deste cara – do Sirlei Nogueira. Pior de tudo foi que ele leu o conteúdo do e-mail e retornou.
Quando abri e vi que tratava-se do e-mail que eu enviei “a outra”, assustada, perguntei-me: - Quem é essa mulher?
Fui lendo o conteúdo que “essa mulher - Sirlei” respondeu, se interessando pelo meu assunto e se propondo a me ajudar.
Pronto – Pensei – essa mulher só pode ser “uma hacker”. Entrou no meu computador, leu minha mensagem e agora quer aterrissar no meu angu! Diacho! Deu até endereço indicando o local e horário para nos encontrarmos.
Cheguei no local, um Centro Espírita muito acolhedor, havia um “armário” na porta a quem eu me dirigi perguntando por “Sirlei” .
_ Você é a Rita? – ele me perguntou.
( pulando esta parte, mesmo porque estava sem espelho para ver minha cara no momento...) Até aqui é só brincadeira, ele é simpático e permite.
Após a palestra que assistimos naquela Casa Espírita, ele se apresentou o BENFEITOR que, naquela ocasião e para o assunto que se fazia urgente, abriu-me algumas portas aqui em Araçatuba, pois não havia 1 ano que morava aqui.
O nosso contato foi o Jornal Folha da Região. Li um artigo publicado e, na tentativa de me comunicar com o autor do texto, o e-mail quem recebeu foi o Sirlei Nogueira, vai entender ??
Este entusiasta é jornalista antenado com a cultura da cidade e região. Coordenador da USE – União das Sociedades Espíritas, na ocasião que nos conhecemos; militante, não destila histerismo para defender seu estandarte.
Sei que ele tem seus problemas, mas não sei dele os defeitos, se os tem não são maiores que suas virtudes. Sirlei Nogueira foi para mim olhos , ouvidos e mãos estendidas quando precisei. Aprendi a vê-lo com o seu coração sob a luz da fraternidade e desapegado de si, tornando-nos, seus semelhantes, melhores do que somos.
Empatamos na admiração e respeito por BENEDITA FERNANDES, nossa mestra, que tanto nos ensinou, e nos ensina ainda, a amarmos nossos companheiros de caminho.
Há soluções que demoram tanto acontecer e respostas que, talvez, nunca as teremos. Guarda, Sirlei, a tua paciência, mas não descanse enquanto não terminar o teu trabalho em benefício do teu próximo.
Sirlei Nogueira, saiba, meu querido, que tua luz não passará despercebida nesta tua passagem entre nós. No entorno, de onde estiver, a paisagem torna-se melhor . Assim, continue como eu o vejo: caminhando a passos firmes em direção de nobres ideais.
Hoje, eu preciso, neste momento, agradecê-lo Sirlei Nogueira. Muito obrigada, de coração – Rita Lavoyer
— com Sirlei Nogueira.
 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------


Todos os que eu homenageio aqui, certamente têm seus problemas, seus defeitos, mas eles - os homenageados- não levaram os meus defeitos em conta e conseguiram me ajudar.
A minha BENFEITORA homenageada do meu dia 14/07/2015 é a professora SUELI GARCIA 
Meninos e meninas! Esta mulher me levou para o cinema!
Isso mesmo. 
A Sueli Garcia eu a conheço desde nossa infância no I.E. Manoel Bento da Cruz. Estudamos juntas , à noite, porque durante o dia nossos trabalhos arrancavam-nos nosso fôlego. 
Saímos dali e seguimos, cada uma, o seu rumo. Mais alguns anos adiante, estávamos nós duas contando dinheiro dos outros nas agências bancárias que nos contrataram. Quanto mais dinheiro contávamos dos clientes, quanto mais taxas bancárias víamos sendo debitadas nas contas dos aplicadores, enriquecendo os banqueiros, mais pobres ficávamos.
Saíamos do trabalho e rumávamos para a faculdade. Lá jantávamos conforme os trocados que trazíamos no bolso: um dia uma pipoca, outro dia um olhar no carrinho de pipoca e só, quando não tínhamos nada jantávamos no bebedouro mesmo. Alimentávamos de água para absorvermos o aprendizado e... e o aprendizado. Era o que nos restava: aprender e aprender. 
Como tudo passa, o tempo também e lá na frente – que já é passado- nós duas nos encontramos e... tchã!
Que graça de coordenadora escolar eu encontrei, que trabalho bonito ela faz junto com os professores e alunos. 
Dinâmica, ela abraça causas e as executa até que seu objetivo, em benefício da instituição escolar, seja alcançado.
“Rita, vem aqui!” 
- Já vou, sim senhora! - E não foi que ela me revelou uma mãe doidona e, dos palcos, alunos e eu já estávamos nas telas dos cinemas!? 
Sob a direção de Sueli Garcia viramos estrelas e as “artistas de roliúdi” que se cuidem... – brincadeiras à parte, agora vou falar sério: 
- Araçatuba tem alunos com potencial artístico incrível sendo descobertos por professores e hoje homenageio Sueli Garcia, entre tantas outras personagens homenageadas, porque Sueli Garcia não é apenas a professora coordenadora, ela é a ouvinte, ela é a conselheira, ela é a mãe naquele momento em que o aluno precisa de mãe, é o abraço no momento em que o aluno precisa do abraço, é o silêncio, a razão e a atitude no momento em que essas qualidades são necessárias porque ela é, antes, a professora Sueli Garcia, matéria prima de extrema importância para o aprendizado e desenvolvimento dos jovens alunos que estão sob seus cuidados. 
Como digo, todos nós temos defeitos, Sueli certamente tem os dela, eu não os vi, nem ela viu os meus – se os viu ignorou-os - , para poder e conseguir me ajudar.
Deus a abençoe com essa garra com a qual nasceu, para continuar vibrando com a sua profissão de professora sem desanimar perante todas as dificuldades que os sistemas nos impõem, pois saiba que o mundo precisa de você, Sueli Garcia, do seu trabalho e da sua experiência. 
Obrigada, Sueli , pelos ensinamentos e oportunidades que me proporcionou.
Rita Lavoyer

Nenhum comentário: