CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba.

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras.

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de abril de microconto Escambau.

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.

2017 - 24ª classificada no TOP 35, na 2ª semana de outubro de microconto Escambau.

2017 - 15ª classificada no TOP 35, na 3ª semana de outubro de microconto Escambau.

2017 - 1ª classificada no concurso de Poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras.

2017 - 11ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de outubro de microconto Escambau.

sexta-feira, 6 de março de 2009

AS AMANTES

Coluna "Mulheres" - Jornal Folha da Região - 06/03/2009.


Dizem que mulher pra falar de outra não tem igual. Oh, nem te conto! Uma quer ser melhor do que a outra neste particular. E dá-lhe defeitos.
Vê na outra, geralmente, o que não quer ver em si mesma e cravam a língua.
Estas são diferentes. Uma vê na outra todo o bem que vê em seus mergulhos íntimos, fazendo-se iguais.
Uma a outra se viu. Ambas eram uma só na beleza que as pariu. No confesso de um segredo uma a outra se entregou, sem mais nada a temer, o amor se revelou.
Foram tantas, tantas, tantas de amassos e batom, o prazer era o fruto daquela concepção.
Buscam e se acham no corpo uma da outra, no laço de amantes elas não são de fazer fita. Gritam, gemem e se descabelam para não perder seu par. São amantes, são mulheres sem vergonha de amar.
Só beleza em cada toque de carinhos sem iguais. Depois de tão suadas, os retoques são fundamentais.
Você, mulher, que tem vontade de ser iguais a estas. Não se enclausure, rasgue a sua fenda, tua vida pede pressa.
Oh, mulher! Seja feliz e procure o teu amor. Ela também a esperar para compartilhar o teu calor.
Mulher, tenha coragem de ser o que você é. Para viver com a tua igual, qual mal pode haver? Já nasceste tão mulher e com tanto amor pra dar.
Vá, mulher! Abra os teus braços, corra, grite e cante sem parar.
Ela também a espera para, com você, formar um par.
Amem-se, amem-se, amem-se sem medo de ser feliz. Seja a mulher que você é com coragem para amar outra. Saiam de mãos dadas para outras calarem a boca.
Mulheres gostam de homens, mas há tantas tão vulgares. Seja chique e elegante e apresente a tua amante. Não fique se escondendo igual mulher que trai marido. A tua conduta é outra, defenda a tua libido.
Até a Eva provou da maçã. Coitada, se pudesse pediria o divórcio àquele todo rústico. Mas o Criador a condenou a viver eternamente com aquele que ela enganou.
Se você estiver assim, como a Eva, saia de cima do muro. Mas saia com cautela e não deixe que a magoem. Já não basta tanta dor que eu sei que você sente. Por favor, mulher querida, volte-se pra você, seja mais presente.
Você é moderna. Meta logo o pé no balde, não irá se arrepender. Se alguém a criticar mande-o ir ‘se ferrar’. Cada um cuide de si; e você, querida, da tua vida. Vá viver com aquela que te é a preferida. Juntas irão vencer a luta.
Vocês não são diferentes; vocês são absolutas.
IMAGEM : KATRE.NIREBLOG.COM/PAG.4

Nenhum comentário: