CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba.

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras.

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classifica no TOP 35 na 4ª semana de abril de microconto Escambau.

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.


domingo, 6 de dezembro de 2009

MENINA

Princesa tão linda!
Que filha tão bela!
Dos contos de fada
é a Cinderela.
O túnel da vida
ganhou claridade,
e toda a ilusão
agora é realidade.
Menina!

Seus olhos azuis
faíscam o luar.
Querida menina
só quero te amar.
Um grande tesouro
você é para mim.
Te amarei pra sempre
do começo ao fim.
Menina!

Você completou
o meu sonho materno.
Faça do meu colo
o teu berço eterno.
Criança tão linda,
tão cheia de graça,
a vida melhora
quando você me abraça.
Menina!

No jardim da vida
é a flor mais singela,
mas do universo
você é a mais bela.
Você é minha filha
E o mundo te ama.
Será para sempre
meu bebê Juliana.

Minha filha.
Rita Lavoyer



2 comentários:

jhamiltonbrito..blogspot.com disse...

Se você nao existisse, por certo teria havido uma falha lá no organograma do céu; algo errado na linha de produção do Senhor...e a Juliana tem muita sorte por ter uma mãe como você.
...e eu, uma amiga.

Nanda Nascimento disse...

Adorei o poema^^.