CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba.

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras.

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classifica no TOP 35 na 4ª semana de abril de microconto Escambau.

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.


sábado, 22 de setembro de 2012

FLOR AZUL


Flor Azul

Todas as flores têm as cores

Que Deus lhes deu.

Que Deus lhes deu!

A minha mulher é de um azul tão lindo

É a flor mais linda que a aquarela escreveu.

Oh! Mulher linda, flor admirável,
Todo o seu colorido é azul cor de infinito.

Ela embeleza todo céu e todo o mar,

Existe toda de azul

Para me amar,

Para me amar.


É o meu carnaval, fantasia e purpurina.

É a flor brilhante de azul com serpentina.

Que alegria é a minha mulher,

Uma flor do campo com azul cor de encanto.

Canto ela aqui, canto acolá.

Canto o seu azul que só sabe encantar.

Minha mulher, minha fortaleza,

É uma joia rara, é uma flor azul-turquesa.

Por ela sou muito orgulhoso,

Minha flor-mulher é de um azul maravilhoso.


Ela tem um tom que aquece o meu frio,

Minha flor-mulher tem a cor azul-anil.

O perfume que ela tem me leva ao céu.

O gosto da minha flor é azul da cor do mel.

Minha flor-mulher tem o azul do esplendor,

Deus fez todas as flores com o azul da sua cor.

Oh! Mulher linda, flor maravilhosa,

Todo o seu colorido é azul cor de infinito.

Eu não sei viver sem o azul da sua boca.

A minha mulher, entre todas, é a mais louca.

Essa flor-mulher torna o azul todo brilhante.

No leito de suas pétalas me faz todo amante.

Por essa cor dela eu me vejo enlouquecido.

Hoje sou um homem porque visto o seu vestido.

Nele eu me envolvo porque o azul só me compraz.


A minha mulher é o jardim com a cor da paz.

A cor que borbulha debaixo dos nossos lençóis

Foi tomada em benefício para brilhar todos os Sóis.

Esse homem que há em mim é o ramo da minha flor,

Porque ele é tão Mulher quanto o nosso Criador.


RITA LAVOYER é membro da Cia dos blogueiors e UBE

6 comentários:

Célia Rangel disse...

Um amor todo em azul permanece em sua melhor forma de ser - colorido translucidamente... Belo poema!
Bj. Célia.

Rita Lavoyer disse...

Célia, que chuvas de pétalas multicores, sejam, pelo universo, despejadas sobre ti, inundando o teu lar de luz e toda paz que mereces.
Paz!
Aquele abraço fraterno

Rita Lavoyer

Anônimo disse...

Oi Rita - as cores - o básico da vida; azul, amarelo e magenta - 16 milhões de tons a olho -
o negro e o branco não conta - vire-se encontre o amarelo e o magenta...
gostei pra caramba dessa poesia, principalmente os versos que destaco.

"Por essa cor dela eu me vejo enlouquecido.

Hoje sou um homem porque visto o seu vestido.
XX
Esse homem que há em mim é o ramo da minha flor,

Porque ele é tão Mulher quanto o nosso Criador."

Abs
Picasso.

Anônimo disse...

RITA, AGUARDE O FUTURO, ELE TE AGUARDA!AB, LUZA

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Minha admiração segue junto com uma flor. Azul, é claro. Parabéns pelo poema - especialmente pelo final arrebatador. Um beijo, Rita.

Rita Lavoyer disse...

Picasso, muito obrigada pela leitura carinhosa e pelo comentário "arrebatador" como menciona
Marcelo Sguassabia, muito querido, também, neste espaço.

Maria Luzia, ou eu vou nele, ou ele em mim. Venha, futuro!

Muito obrigada aos 3, excelentes vocês!