CLASSIFICAÇÕES EM CONCURSOS LITERÁRIOS

PREMIAÇÕES LITERÁRIAS

2007 - 1ª colocada no Concurso de poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2010 - Menção Honrosa no Concurso Nacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2012 - 2ª classificada no Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2014 – Menção honrosa Concurso Internacional de Contos Cidade de Araçatuba;

2015 – Menção honrosa no V Concurso Nacional de Contos cidade de Lins;

2015 - PRIMEIRA CLASSIFICADA no 26º Concurso Nacional de Contos Paulo Leminski, Toledo-PR;

2015 - Recebeu voto de aplausos pela Câmara Municipal de Araçatuba;

2016 – 2ª classificada no Concurso Nacional de contos Cidade de Araçatuba;

2016 - Classificada no X CLIPP - concurso literário de Presidente Prudente Ruth Campos, categoria poesia.

2016 - 3ª classificada na AFEMIL- Concurso Nacional de crônicas da Academia Feminina Mineira de Letras;

2012 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - Recebeu o troféu Odete Costa na categoria Literatura

2017 - 13ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de abril de microconto Escambau;

2017 - Classificada no 7º Concurso de microconto de humor de Piracicaba.

2017 - 24ª classificada no TOP 35, na 2ª semana de outubro de microconto Escambau;

2017 - 15ª classificada no TOP 35, na 3ª semana de outubro de microconto Escambau;

2017 - 1ª classificada no concurso de Poesia "Osmair Zanardi", promovido pela Academia Araçatubense de Letras;

2017 - 11ª classificada no TOP 35, na 4ª semana de outubro de microconto Escambau;

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

De onde brota o amor?


O amor expressado do fundo do coração não tem crédito, por dar-lhe cabo uma brisa qualquer.

O amor dito do coração é fantasioso, sustentado por um lírico-metafórico que o protege num castelo de areia cercado de figuras  que servem às funções emotivamente tagarelas.

Quando ouvires de mim: -“ Amo-te do fundo do meu coração”,  corra. Estou, pois, absorvendo-te para  futuro descarte. Mas...

Quando eu te disser: - “Amo-te do fundo do meu Sistema Límbico”,  acredite!  

Da parte que tocas, receberás o amor  mais verdadeiramente meu - o único que é teu, enquanto existirem nutrientes que fazem funcionar o eixo do Sistema.  
Rita Lavoyer

4 comentários:

Rosemary Hanai disse...

Rita! Fazia tempo que não lia um texto seu e, por feliz movimento de dedos, me deparei com esta rara definição de amor, vinda da profundidade mais profunda!

Shigueyuki disse...

Olá, Rita. Que complicação. Não pode transformar o amor em algo mais simples.Sabe, você se transformou em um clássico. Que linguajar complicado. Mas gostei muito. Abraços.

Rita Lavoyer disse...

Oh, meus amigos! A neurociência tem me colocado com os pés no chão da Lua, só isso!

Rosemary Hanai disse...

Adorei, Rita! Novas paragens, novas revelações! Há tanto por desvendar! Forte abraço!